terça-feira, 11 de setembro de 2007

Fotografias


No estanque da foto o passado vitrificado
bem de perto
o movimento do braço
a passada na rua
a boca entreaberta sussurra uma palavra
quê?
memórias se desfazendo no tempo

3 comentários:

Caro disse...

Hermosa Lulu

la intemporalidad de la fotografia

estoy estrenando fotos en el blog

besos

Caro

Flor de plástico disse...

os textos quase tocam a pele. as imagens também, mas como já conhecia os trabalhos da artista, não poderia esperar nada que não fosse tão intenso e inspirador. espero é poder um dia encontrar este livro aqui em terras de além mar!

Thaís disse...

E o perfume de foto? Seco, nostálgico, saudoso, máquina do tempo...
Não resito. Fecho os olhos e aspiro bem fundo!
Uma, duas vezes...