domingo, 27 de abril de 2008

No ônibus


Aqui do último banco do ônibus vejo bem as pernas, a saia apertada define o músculo da cocha, os cabelos longos anelados e, quando o acaso vira o seu rosto em direção à porta de entrada do ônibus, titubeio. Eu e minha heterossexualidade. Deve ter seus quarenta, quarenta e poucos anos, a pele bem cuidada, os dedos decorados de anéis. Senta altiva a tomar conta do mundo que gira em seu redor, a preocupar-se com o crescer das folhas nas árvores, com o marolar das ondas na beira da areia. Esse ônibus circula porque ela está dentro dele, o trocador ajuda a roleta a girar por sua causa, eu respiro tão e somente pela sua existência. A mulher de cabelos curtos, que mal respira em pé ao lado do seu banco, me causa inveja pela proximidade, pela vista dos seios.

12 comentários:

thiago disse...

gostei da cena, adoraria vê-la também.

bj

David disse...

Você é uma safada. Vou sair agora, comer uma esfiha com suco de laranja aqui por perto.

Thaís disse...

Encantadoramente safada David.
Irresitivelmente safada,
e completamente agridoce!

Bjo

Mariah disse...

a arte de ver beleza no cotidiano.
m.

Haubrichs disse...

Esse ônibus passa aqui na minha Rua do Riachuelo? Quero embarcar...

Analuka disse...

Bonito , delicioso, o flash!...
Beijinhos alados, menina.

B. disse...

- Toda nudez tem luz própria,
diante dela ninguém se equivoca -

o erotismo da outra te colocando em questão, santo par de peitos...rs

Katrina disse...

A mulher que faz todo o mundo girar dentro de um ônibus

Val Becker disse...

Adorei sua visita!
Venha sempre.
Na inconsciência ou no choro!
Beijooos

doloridocolorido disse...

sempre que encontro uma figura assim
me sinto fantasma cinza
elas estão sempre a solta na cidade despudoradamente altivas despertando desejos...

joana disse...

ah,encontros nos ônibus. boas memórias. que ônibus vc pega pelas cidades. vc mora onde, escritora?

Daniely disse...

"Esse ônibus circula porque ela está dentro dele, o trocador ajuda a roleta a girar por sua causa, eu respiro tão e somente pela sua existência"

irresistível...adorei passar por aqui...=)