terça-feira, 19 de setembro de 2006

Fim distante


Um desgosto no peito depois do lamento, esperneara, vociferara, minutos antes, ao lado da mesa, ao pe do telefone, as palavras escorreram pelo fio do telefone, cruzaram fronteiras, chegaram telefone sem fio no ouvido distante, resposta inócua ao quádruplo maldito de palavras, repetidas mais de uma vez, duas vezes por barulho na linha, e uma terceira por imploração, `não te amo mais`.

Um comentário:

Sandra S. disse...

Adorei!!!
Um beijo!
Sandra