domingo, 11 de fevereiro de 2007

Brincadeira de criança


Conheci Marcelo garoto ainda, ele era mais alto, mais forte, foi sempre mais alto e mais forte. Foi depois da bicicleta e antes do secundário, ele veio transferido de outra escola em outro estado, o pai militar havia sido transferido. Simpatizei logo com ele, vaidoso e bonito. Percebi logo cedo também que havia algo diferente, eu olhava meu corpo e me encantava com o dele, atlético, um corpo decidido com os músculos se definindo, sempre pronto pra enfrentar os perigos e eu me sentia pequeno, ele sabia bem disso, sempre soube e tinha cuidados comigo que nunca teve com ninguém mais. Não tive dúvidas quando no banheiro masculino o seu olhar me pedia, ordenava uma punheta. Éramos crianças, brincadeira de crianças aos dez, onze anos de idade no banheiro da escola, foi assim que descobri que eu gostava do Marcelo, e me interessava também pelos meninos, e agora pelos homens.

2 comentários:

geraldo disse...

Fiquei surpresa desta vez!
Adorei...
Estava com saudades de seus contos!
bjos

Jan Michael disse...

Pra mim não foi tão fácil aceitar esse meu desejo, não! ;)