sábado, 2 de agosto de 2008

Fim de mês


Na sexta-feira à noite entrei no cinema com a carteirinha de estudante emprestada de uma amiga, a minha cara ela, eu a cara dela, ou quase isso. Assisti Nome Próprio, a Leandra Leal está maravilhosa como sempre, salva tudo. Na saída encontrei ao acaso com um casal de amigos super simpáticos que me pagou uns quatro chopes. Rio de Janeiro, ir à padaria num domingo pela manhã comprar pão pode terminar à noite num boteco de esquina, isso depois de uma tarde torrando miolos nas areias de Copacabana, ao menos a gente se livra da neura da solidão. No bar ainda conheci a Manoela, ela veio e disse que o meu sorriso era lindo. Bastou. Gastei minhas últimas sessenta pratas no banco numa garrafa de uísque. Valeu. Terminamos as duas em casa dançando agarradinhas “Dois pra lá, dois pra cá”. Na semana que vem vou ter que descolar comida na casa de alguém. O pagamento do freela só sai na próxima sexta.

ps.:o filme "A ostra e o vento" com a Leandra Leal novinha é muito bom!

6 comentários:

Adélia disse...

Que gostoso, o inesperado!
Ficar sem grana num rompante de um talvez, excesso, é bem mais válido que perder de uma forma banal, em contas, gastos nada interessantes...
Se morassemos um pouco mais perto, te ofereceria uma boquinha...quem sabe?
beijo

Thaís disse...

Tá. Quero ir pro Rio de Janeiro.

'Nome próprio' Anotado.
(Leandra Leal é um primor!)

Um beijo querida!

W. disse...

Meus deus, que honra! Terá meu blog recebido um comentário dessa magnífica escritora? *rs*
E vergonha nunca ter eu comentado o seu... ^^'
Olá Naomi; obrigada pelo comentário lá no Mosaico... (siiim, concordo, o escuro esconde vantagens luminosas! rs)
Estou sempre de olho no seu blog, leio-o ASSIDUAMENTE. Suas obras são fantásticas; simples e brilhantes, como as coisas gostosas da vida.

Sucesso!
Abraço!
Haísa Lima - leitora e fã.

... disse...

ah, olha aquele simples que tanto e sempre busco por aqui ... o simples brilhante, encantador ... feliz!

adoro!!!

beijodapaula.

disse...

Dois pra lá, dois pra cá.

Maravilha!


[e que saudade do meu Rio!]

Manoela Kaul disse...

Essas Manoelas..