terça-feira, 11 de março de 2008

Menstruação

Para P.

Caminhou inquieta pela casa naquela manhã, foi à cozinha e comeu um pedaço frio de bife de fígado acebolado com café preto, olhou-se no espelho antes de lavar o rosto com água fria, as narinas golfavam ar. Cabelos molhados voltou uma vez mais ao quarto para confirmar com o lençol agarrado entre as mãos o cheiro de sangue, o cheiro forte de menstruação excitava suas vísceras e pele, sentia as hemácias flanando narinas adentro, de bruços sobre o lençol amarfanhado vociferava muda acariciando o clitóris entumescido.

6 comentários:

P. disse...

sweet sweet sweet...

M. Babinsk disse...

Naomi,
Descobri hoje seu livro, e fiz uma postagem sobre ele no meu blog.
Gostaria de poder linkar seu blog ao meu, e que nos desse o prazer de uma visita.
Parabés pelo trabalho!
beijos
M. Babinsk
www.clubedababinsk.blogspot.com

Rose Sztibe disse...

Oi,chequei pela comunidade Elizabeth Bishop. Bacaninha seu blog. Uma artista do conto-curto. Legal. Virei leitora.

Thaís disse...

Isso me lembrou uma cena do "coisas que você pode dizer só de olhar para ela".

À procura do livro baby! Tô lendo os trechos. =)
bjo

Karol Braun disse...

Uma loucura...
Beijoooo

Elis disse...

"Al destino le agradan las repeticiones, las variantes, las simetrías"